Figurino polêmico

Recentemente os tocantinenses fizeram memes com alguns looks da novela da Rede Globo O Outro Lado do Paraíso. A trama ocorre em três núcleos: Palmas (TO), Jalapão (TO) e Rio de Janeiro (RJ). Os trajes usados principalmente pelo casal protagonista da novela, Clara (Bianca Bin) e Gael (Sergio Guizé), em nenhum momento representam na realidade os tocantinenses.

Acompanhei os primeiros capítulos e agora vejo cenas aleatórias. Aguardei um pouco, mesmo amigos próximos perguntando se eu não iria postar nada no blog, porque li em um site de TV que a novela teria passagem de tempo. Mas até o momento não vi alteração e nada que justificasse as roupas escolhidas.

Moro há 23 anos no Tocantins. Não é meu Estado de origem, mas sinto como se fosse. Cresci aqui, aprendi os costumes e a cultura. Confesso que só não me adaptei ao calor até hoje (40º)…rsrs. Enfim, não me visto como a Clara e meu marido não se veste como o Gael. As fivelas, franjas, botas e chapéus são usadas? Sim, em pecuárias e shows sertanejos. Não no dia a dia, como a novela retrata.

Vi uma matéria em um jornal local (Palmas), que entrevistou consultoras de moda e pessoas que ajudaram os figurinistas a elaborar os estilos e looks dos personagens da trama. Segundo informaram são traços que lembram a cultura local e que a população tem que lembrar que é uma obra fictícia.

Os personagens Gael e Clara em um dos pontos turísticos do Jalapão.

Foto Divulgação: Raquel Cunha/Rede Globo.

Gente, que é uma obra fictícia acredito que todos sabem. Agora alguém pode me dizer o porquê dos personagens do núcleo do Rio de Janeiro não se vestirem de forma diferente da realidade? Eu cheguei a perguntar para uma colega de trabalho que veio do Povoado Mumbuca, onde é feito a colheita do capim dourado, se lá no Jalapão as pessoas vestiam-se daquela forma. Ela respondeu que não, que as pessoas de lá se vestiam como aqui em Palmas.

Sem dúvida a novela tem apresentado o Tocantins para o Brasil, o que é muito bom. Eu mesma ao viajar percebi que muitas pessoas desconhecem o Estado. Seja no Sul, Centro-oeste ou nordeste. Nessas três regiões quando falava que era de Palmas (TO) perguntavam onde ficava ou falavam –   Sério você nem parece que é de lá. Infelizmente por ser um Estado novo as pessoas ficam perdidas, por falta de conhecimento ou simples preconceito fazendo alusão à fazenda. Os trajes escolhidos para os protagonistas pecam no sentido de que além de não retratarem a moda real, não ajudam a desfazer a imagem de “mato”.

Tenho seguidores no Blog de outros estados e acredito que já perceberam pelas minhas fotos de look que não uso o estilo Cowgirl. Aqui é quente, optamos por roupas frescas, mas sempre acompanhando ou ao menos tentando adaptar à tendência atual da moda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s