Bodas de algodão

Hoje é dia de comemorar dois anos de casamento. Viva às nossas bodas de algodão. Eu sei que essa não é uma das bodas mais famosas e badaladas no quesito celebração. Porém, entendo que os primeiros anos de casados são bem desafiadores. Não é fácil juntar os hábitos diferentes de duas pessoas sob o mesmo teto. Até para um casal apaixonado são necessárias muitas doses de amor e compreensão. Ajustes são sempre feitos e testados. Sabe aquela prova de fogo, aquele alicerce da construção que serve como base? A bodas de algodão é a prova de que vencemos essa etapa.

Mudança justa

Gostaria de compartilha algo com vocês. Meus pais sempre viajam em janeiro para o nordeste. Passam geralmente o mês. Saem sem data para voltar. Quero ser igual à eles quando crescer haha. Então, mas o que percebi nos últimos anos é que as lembrancinhas mudaram. Não sei se é zelo de pai e mãe ou caretice. Os últimos presentinhos, desde que casei, são para a minha casa.

Viva: A vida é uma festa

Miguel é um menino que sonha em ser um músico famoso. O problema é que sua família desaprova. A aventura é inspirada no feriado mexicano do Dia dos Mortos. O tema central gira em torno do sonho do garoto e no decorrer da trama ocorrem muitas reuniões familiares. Cenas que muitos já viveram ou presenciaram com a mãe, avó ou tia brava. Haha… quem nunca?!

Casamento engorda

Poderia ser só mais uma lenda urbana, porém constatei que é verdade pura: Casamento engorda mesmo! Em fevereiro, próximo mês, farei dois anos de casada. Tanto eu quanto meu marido estamos incluso nessa regrinha. Nós dois ganhamos peso. O mais curioso é que não somos um casal sedentário. Mas acabamos pecando parcialmente na alimentação e diminuindo o ritmo das atividades físicas. Afinal, a fase de adaptação e afazeres domésticos consumiram parte da nossa energia.

Hello, 2018

Passagem de ano sempre vem acompanhado daquela retrospectiva do que ocorreu durante do ano e o que você gostaria de ter feitos? Metas, execução, perdas e ganhos um verdadeiro balanço da vida. Essas reflexões são bem válidas. É uma forma de verificarmos se estamos caminhando no percurso certo e se necessário traçar uma nova rota. Acredito que essas autoanálises deveriam ser constantes, mas sei que na correria maluca que levamos no cotidiano torna-se impossível.

O significado da cor da calcinha mudou

As cores das calcinhas e seus significados para a passagem de ano são velhas conhecidas. O ano novo está à vista basta você escolher a cor desejada para 2018. Buscando algo diferente trouxe uma novidade quente para vocês. Já pensou em apimentar a relação com um jogo de cores? Associar a cor da calcinha ao tipo de sexo é a proposta dessa brincadeira que encontrei no blog “O que ninguém vê” da Duloren. O casal deve usar uma cartela de cores como orientação na qual uma cor é associada a um tipo de sexo.